CIDADANIA
educação infantil

A gente brinca junto

UniDuniTV

Lições sobre a vida em grupo, a solidariedade e a generosidade.

Assista

Mundo Novo

Coletivamente

O Instituto Educacional e Cultural Mundo Novo, em Mesquita, na Baixada Fluminense, começou como um projeto familiar. Hoje, após mais de dez anos em atividade, trabalha em parceria com instituições como o Senac e o Sesi, oferecendo alfabetização para crianças e cursos e oficinas profissionalizantes para jovens e adultos.

Assista

Pichação das escolas

Sapequinha, Se Liga!

Será que a levada menina se redime dos rabiscos que fez na parede do colégio?

Assista

Trânsito

Sapequinha, Se Liga!

Como atravessar a rua tomada pelo trânsito de veículos.

Assista

Lixo

Sapequinha, Se Liga!

O que acontece com o lixo que é jogado no chão.

Assista

Fabiana

Gente da Escola

Conheça a professora de Educação Infantil Fabiana Rego, do EDI Maria Braz (3ª CRE), no Lins. Nascida na Bahia, ao chegar ao Rio ela percebeu que o negro e a cultura africana não eram devidamente representados dentro das escolas. Passou a confeccionar bonecos em tecido para representar os diferentes tons de pele dos brasileiros e a incluir instrumentos musicais de origem africana em suas aulas. Com esses elementos, e com o auxílio de histórias, Fabiana busca mostrar para seus alunos a influência africana na formação da nossa cultura, fortalecendo a autoestima de seus alunos negros.

Assista

Solidariedade

Sapequinha, Se Liga!

O que fazer com os brinquedos que não são mais usados.

Assista

fundamental ii

Planeta Brasil

Curiosos por Natureza

Os três poderes que constituem o governo brasileiro. O que é democracia representativa, as características do nosso país, as riquezas naturais e a geografia do Brasil em contraste com as desigualdades sociais.

Assista

Formação cidadã

Coletivamente

Alunos e ex-alunos do colégio Cruzeiro realizam trabalho voluntário no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia, além de darem aulas de reforço escolar para alunos de escolas públicas.

Assista

eja

Jorge

Campanha Peja

Jorge Ferreira estuda na mesma escola que seu filho Daniel, de 13 anos. O pai quis concluir os estudos para ajudar e servir de exemplo ao filho.

Assista

Spectaculu

Coletivamente

Na escola Fábrica de Espetáculos, jovens entre 17 e 21 anos, de diferentes municípios do Rio de Janeiro, participam de aulas e oficinas de cenografia, iluminação, confecção de adereços e outras atividades ligadas à produção de shows, peças de teatro, etc. O curso completo, com duração de dois anos, é gratuito.

Assista

Joelma

Campanha Peja

Joelma de Souza parou de estudar aos 13 anos. Mãe de seis filhos, ela superou o vício em drogas e voltou à escola.

Assista

Dona Nonete

Campanha Peja

Nonete dos Santos entrou em uma sala de aula de aula pela primeira vez com mais de 70 anos. Ela fez questão de começar a estudar porque se achava inferior por não saber ler nem escrever.

Assista

Lourival

Gente da Escola

O padeiro Lourival Soares, aluno do Centro Municipal de Referência de Educação de Jovens e Adultos – Creja (1ª CRE), no Centro, teve que parar de estudar quando cursava a antiga 5ª série, atual 6º ano. Mais de 20 anos depois, ele voltou à escola para poder crescer profissionalmente. Está terminando o Ensino Fundamental e pretende concluir o Ensino Médio. Além de estudar, trabalhar e cuidar da família, Lourival ainda pratica muay thai.

Assista

gestão escolar

Vera

Gente da Escola

A diretora-adjunta Vera Bastos, da E.M. Cuba (11ª CRE), na Ilha do Governador, leva sua paixão pela leitura e pela escrita para o trabalho. Além de auxiliar na direção da escola, ela participa de oficinas de escrita e tem poesias publicadas. Um de seus projetos mais bem sucedidos consiste em, anualmente, montar uma peça escrita por alunos em homenagem a um escritor e apresentá-la na Academia Brasileira de Letras.

Assista

Marise

Gente da Escola

Marise Raposo é membro do Conselho Escola Comunidade da E.M. República do Peru (3ª CRE), no Méier, representante do segmento de pais e responsáveis. Seu engajamento com o universo escolar começou quando suas filhas eram alunas da unidade e permanece até hoje, mesmo depois que elas se formaram.

Assista

Gilberto

Gente da Escola

Acompanhe a rotina de Gilberto Baroni, secretário da E.M. Tobias Barreto (3ª CRE), no Encantado. Ele também oferece aulas de reforço aos alunos da escola, voluntariamente. Fora do trabalho, Gilberto se dedica ao carnaval como membro da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel.

Assista

Gestão escolar

Conceito & Ação

Neste episódio, a pedagoga Débora Dias Gomes fala sobre liderança, elaboração e implantação de um projeto político-pedagógico nas escolas, incentivo à participação da comunidade e dos pais e outros temas relacionados à gestão escolar.

Assista

A importância da formação continuada

#educa

O diretor da Escola de Formação Paulo Freire fala sobre os novos projetos e atribuições da instituição, que completa seis anos em 2018. Os cursos de capacitação e formação foram ampliados e, além dos professores, agora também atendem aos gestores e ao pessoal técnico-administrativo.

Assista

Evasão x avaliação

#educa

Qual é a relação entre avaliação e evasão escolar? O professor Ruben Klein, presidente da Associação Brasileira de Avaliação Educacional (Abave), responde a essa pergunta e explica, também, como uma avaliação em grande escala influencia a vida do aluno e a gestão escolar.

Assista

Ana Rosa

Gente da Escola

Acompanhe a trajetória e a rotina de Ana Rosa Dourado, diretora da E.M. O'Higgins (8ª CRE), em Bangu. Ex-aluna da escola, ela estudou contabilidade, entrou para a rede municipal de ensino como merendeira, tornou-se professora e teve a oportunidade de trabalhar na unidade em que estudou e cresceu.

Assista

Sandra

Gente da Escola

Conheça a vida de Sandra Félix, coordenadora pedagógica da E.M. Maestro Francisco Braga (11ª CRE), na Ilha do Governador. Em sua função, ela oferece condições para que o professor se aprofunde em sua área de atuação e promove a integração de toda a escola. Sandra se destaca por sempre organizar atividades fora de sala de aula e é, também, maratonista.

Assista

práticas docentes

De igual para igual

Ensinar e Aprender

O professor Thiago Trindade, da E.M. Rinaldo De Lamare (2ª CRE), em São Conrado, por meio da música, de aulas-passeio e atividades teatrais, desenvolve diferentes habilidades em seus alunos, além de valores como autoestima e autonomia.

Assista

Kely

Gente da Escola

Saiba mais sobre a vida da agente de apoio à Educação Especial Kely Regli. Ela trabalha no EDI Professor Nestor Manoel Pinto (9ª CRE), em Campo Grande, onde garante o acolhimento e o aprendizado dos alunos com deficiência. Formada em Pedagogia, Kelly já foi professora da rede pública carioca. Nas horas vagas, participa de um projeto social e faz musculação.

Assista

Teatro científico

Coletivamente

Ao promover a leitura de textos teatrais nas aulas de Física, Márcio Medina, do Colégio QI, conquistou a adesão de professores de outras disciplinas para a iniciativa. Com isso, além de melhorar o desempenho escolar da turma, motivou o interesse pelo teatro. Seus alunos montaram o Núcleo de Teatro Científico/Nutec, que desde 2007 se apresenta em salas cariocas e já conquistou prêmios em festivais.

Assista

Onde mora o preconceito?

#educa

A professora Teresa Vitoria Alves, da E.M. Orsina da Fonseca (2ª CRE), e a gestora cultural Graça Gomes, da Alternativa Cultura, falam sobre o Prêmio Literário do Ensino Fundamental cujo tema em 2019 é "Onde mora o preconceito?”. O concurso tem o objetivo de estimular o pensamento crítico nos alunos e de despertar o interesse pela produção escrita.

Assista

Quando a universidade vai à escola

#educa

A professora da UFRJ Debora Foguel, idealizadora do projeto UFRJ Doa Uma Aula, e Fabio Bastos, professor de Educação Física do GEO Nelson Prudêncio - Ilha do Governador e idealizador do projeto Partilha Pedagógica (11ª CRE), falam sobre a importância de aproximar a universidade da educação básica.

Assista

Educação, formação e cumplicidade

Ensinar e Aprender

O professor José Ricardo Estrela, da E.M. Epitácio Pessoa (2ª CRE), aponta como diferencial do GEC, o foco no protagonismo juvenil, no Projeto de Vida e no horário integral. Em suas aulas, experimentos práticos traduzem os ensinamentos teóricos. Já nos Clubes, criados pelos próprios alunos, o kit Megassaudável, da MultiRio, tem sido utilizado como suporte para conversas com o 2º segmento. Nesse período, é possível se inscrever em eletivas e, com a orientação dos próprios professores, se preparar para concursos públicos oferecidos pelas escolas técnicas públicas. 

Assista

Rachaduras sociais

Coletivamente

Professor de História nas redes municipal e estadual, Marcelo Alves Teixeira criou o projeto Rachaduras Sociais para discutir a cidadania a partir da Constituição de 1988. O trabalho se expandiu para um portal colaborativo, alimentado pelos próprios alunos. 

Assista

Fabiana

Gente da Escola

Conheça a professora de Educação Infantil Fabiana Rego, do EDI Maria Braz (3ª CRE), no Lins. Nascida na Bahia, ao chegar ao Rio ela percebeu que o negro e a cultura africana não eram devidamente representados dentro das escolas. Passou a confeccionar bonecos em tecido para representar os diferentes tons de pele dos brasileiros e a incluir instrumentos musicais de origem africana em suas aulas. Com esses elementos, e com o auxílio de histórias, Fabiana busca mostrar para seus alunos a influência africana na formação da nossa cultura, fortalecendo a autoestima de seus alunos negros.

Assista

conexão sme

Clipe da Paz - Ciep Roberto Morena

Aqui É um Lugar de Paz

Clipe da música Criança Esperança, composta pelo professor Roberto de Oliveira Ferreira, do Ciep Roberto Morena (10ª CRE). O professor utilizou a canção para acalmar seus alunos durante um confronto armado próximo à escola.

Assista

Gestos

Aqui É um Lugar de Paz

Alunos da Rede Municipal de Ensino dão o recado: pequenos gestos fazem a diferença. Os jovens são os protagonistas da mensagem a favor de um ambiente não violento nas escolas. Vídeo gravado no Núcleo de Arte do Leblon com estudantes do 7º e 8º anos da Rede, incluindo jovens da Educação Especial.

Assista

Coloque-se no lugar do outro - Pai violento

Aqui É um Lugar de Paz

A importância de o aluno encontrar ajuda e compreensão na escola.

Assista

Projeto Rodando com Tampinhas

Curta e Compartilhe

O projeto Rodando com Tampinhas ganhou o apoio da Prefeitura do Rio, por meio da Obra Social Abrace o Rio. Com isso, as escolas da Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro passam a ser alguns dos pontos de coleta. A iniciativa recolhe tampas de plástico e as vende para reciclagem. O dinheiro é usado na compra de cadeiras de rodas, que são doadas à Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR).

Assista

O que eu faço para ter paz?

Aqui É um Lugar de Paz

Integrantes da comunidade escolar falam sobre ações e atitudes que trazem paz.

Assista

Joelma

Campanha Peja

Joelma de Souza parou de estudar aos 13 anos. Mãe de seis filhos, ela superou o vício em drogas e voltou à escola.

Assista

O que é paz?

Aqui É um Lugar de Paz

Professores e alunos expressam diferentes definições de paz. Qual é a sua?

Assista

A paz segundo alunos da Rede Municipal

Aqui É um Lugar de Paz

Alunos da Rede Municipal refletem sobre como criar um ambiente de paz dentro e fora das escolas.

Assista

cidadania

Educação para a cidade (8ª CRE)

#educa

No oitavo #educa itinerante, parte das celebrações pelos 25 anos da MultiRio, o professor de História José Marcos Couto, da E.M. Átila Nunes e um dos dez vencedores do Prêmio Educador Nota 10, e o assessor da MultiRio Luiz Eduardo Ricon, da Diretoria de Mídia e Educação, falam sobre a relação entre escola e comunidade e o desafio de educar para a cidadania.

Assista

Quando a universidade vai à escola

#educa

A professora da UFRJ Debora Foguel, idealizadora do projeto UFRJ Doa Uma Aula, e Fabio Bastos, professor de Educação Física do GEO Nelson Prudêncio - Ilha do Governador e idealizador do projeto Partilha Pedagógica (11ª CRE), falam sobre a importância de aproximar a universidade da educação básica.

Assista

Envelhecer

Pensares

A partir de que idade somos considerados idosos? Os maiores problemas enfrentados na velhice. Previdência Social, mercado de trabalho, saúde e qualidade de vida. Solange Kanso, pesquisadora no Ipea e doutora em Saúde Pública pela Fiocruz; Eloísa Adler, doutora em Psicossociologia pela UFRJ, psicanalista e especialista em Gerontologia; e Renato Veras, médico gerontologista, diretor da Universidade Aberta da Terceira Idade, debatem o envelhecer.

Assista

Pré-natal do homem

Aquela Conversa

O pré-natal do parceiro e o impacto no homem e a prevenção da sífilis congênita. Eduardo Chakora, psicólogo e pesquisador em masculinidade, Téo Cordeiro, coordenador do Grupo de Papais da Casa de Parto David Capistrano/ SMS-Rio, e Melanie Maia, médica de família e comunidade da SMS-Rio. 

Assista

Educação, formação e cumplicidade

Ensinar e Aprender

O professor José Ricardo Estrela, da E.M. Epitácio Pessoa (2ª CRE), aponta como diferencial do GEC, o foco no protagonismo juvenil, no Projeto de Vida e no horário integral. Em suas aulas, experimentos práticos traduzem os ensinamentos teóricos. Já nos Clubes, criados pelos próprios alunos, o kit Megassaudável, da MultiRio, tem sido utilizado como suporte para conversas com o 2º segmento. Nesse período, é possível se inscrever em eletivas e, com a orientação dos próprios professores, se preparar para concursos públicos oferecidos pelas escolas técnicas públicas. 

Assista

Sebastião

Gente da Escola

Saiba mais sobre a vida de Sebastião Chuab, agente educador do Ginásio Experimental Olímpico Juan Antonio Samaranch (1ª CRE), em Santa Teresa. Além de orientar o comportamento dos alunos, ele cuida do ambiente escolar e da manutenção predial. Sebastião também é instrutor de uma oficina eletiva de artesanato em madeira e estuda História na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Assista

Crescer sem violência

Aquela Conversa

A importância de todos os membros da família, incluindo crianças e adolescentes, serem reconhecidos como sujeitos de direitos, com voz e vez é tema do debate entre Monica Alegre, pediatra e terapeuta familiar, Ana Paula Rodrigues, coordenadora de projeto na Fundação Xuxa Meneghel, e Kelly Campos, coordenadora de projeto na organização Núcleo de Atenção à Violência-NAV.

Assista

Sintomas: procure o departamento médico

Aedes Esporte

Recomenda a quem já sofre os sintomas da dengue a procura de um médico.

Assista