assistindo agora...

Croissant com Chorinho

Saiba mais sobre a vida da professora e flautista francesa Aline Soulhat. Ela se apaixonou pela melodia do choro brasileiro ainda quando morava na França e, depois, mudou-se para o Rio de Janeiro.

Cidade
França
Música
Séries
Um libanês rubro-negro
Maurice Elias Haddad nasceu no Líbano, e veio para o Brasil com 20 anos. Encantou-se com o carnaval e com o Flamengo, tornando-se um carioca de coração. Ele visita a terra natal uma vez por ano, mas ama viver no Rio de Janeiro, onde se casou, teve filhos e netos, formando uma grande família.
Subo neste palco... italiano
A paixão pelo palco e pelo ensino fez a italiana Chiara Gerbaudo trocar a Itália pelo Brasil. Nascida em Carmagnola, uma aldeia pequena na região de Turim, a professora de Língua Italiana e Teatro se encantou pelo contraste entre a natureza e a metrópole da Cidade Maravilhosa. Morando no Rio há cinco anos, ela fala sobre como a hospitalidade do carioca se assemelha com a do italiano e como ela segue aprendendo com o jeito carioca todos os dias.
A arte da delicadeza nissei
Teruko Monteiro é artista plástica e filha de imigrantes japoneses. Nasceu em Marília, no interior de São Paulo, formou-se na capital paulista e lá foi professora universitária antes da mudança para o Rio de Janeiro. Com o coração brasileiro, ela fala sobre a paixão por Santa Tereza, onde mora desde 1975, e pelo bonde que retrata diversas vezes em suas obras.
A África é aqui também
Conheça o imigrante senegalês Mamour Sop Ndiaye. Professor de engenharia, ele fala sobre suas origens e sua vida no país natal, a chegada ao Rio de Janeiro e as pontes culturais que mantém com atividades no Brasil e no Senegal.
Ficha Técnica

Indicação: escola e sociedade  


Formato: documentário  


Redação: Patrícia Costa  


Direção: Ricardo Vilas e Denise Moraes


 


 


 


 

Cidade Mundo
2018
Cidadania
Cidade
Cultura
Séries
Minidocumentários sobre imigrantes de diferentes origens que vivem na cidade do Rio de Janeiro. Representando as etnias e os povos que fazem do Rio um lugar cosmopolita, os personagens falam sobre as diferenças e as semelhanças entre a cultura carioca e a de seus países.
Episódios
Um libanês rubro-negro
Maurice Elias Haddad nasceu no Líbano, e veio para o Brasil com 20 anos. Encantou-se com o carnaval e com o Flamengo, tornando-se um carioca de coração. Ele visita a terra natal uma vez por ano, mas ama viver no Rio de Janeiro, onde se casou, teve filhos e netos, formando uma grande família.
Subo neste palco... italiano
A paixão pelo palco e pelo ensino fez a italiana Chiara Gerbaudo trocar a Itália pelo Brasil. Nascida em Carmagnola, uma aldeia pequena na região de Turim, a professora de Língua Italiana e Teatro se encantou pelo contraste entre a natureza e a metrópole da Cidade Maravilhosa. Morando no Rio há cinco anos, ela fala sobre como a hospitalidade do carioca se assemelha com a do italiano e como ela segue aprendendo com o jeito carioca todos os dias.
A arte da delicadeza nissei
Teruko Monteiro é artista plástica e filha de imigrantes japoneses. Nasceu em Marília, no interior de São Paulo, formou-se na capital paulista e lá foi professora universitária antes da mudança para o Rio de Janeiro. Com o coração brasileiro, ela fala sobre a paixão por Santa Tereza, onde mora desde 1975, e pelo bonde que retrata diversas vezes em suas obras.
Croissant com Chorinho
Saiba mais sobre a vida da professora e flautista francesa Aline Soulhat. Ela se apaixonou pela melodia do choro brasileiro ainda quando morava na França e, depois, mudou-se para o Rio de Janeiro.
A África é aqui também
Conheça o imigrante senegalês Mamour Sop Ndiaye. Professor de engenharia, ele fala sobre suas origens e sua vida no país natal, a chegada ao Rio de Janeiro e as pontes culturais que mantém com atividades no Brasil e no Senegal.