Ops! Parece que você
não está cadastrado ainda.

Para assistir aos vídeos do Assista MultiRio, é necessário que você se cadastre. Não se preocupe: o cadastro é rápido e gratuito. Caso você já tenha um cadastro, faça seu login clicando na opção "login" no menu superior.

Clique aqui para fazer seu cadastro

assistindo agora...

A Guerra dos Marimbondos

Revolta popular iniciada na antiga província nordestina de Pernambuco, em 1851, quando o governo determinou a realização do regulamento do registro de nascimentos e óbitos, uma etapa para se proceder ao Censo Geral do Império. A população entendeu que a medida era um pretexto para, a partir do controle sobre essa documentação, escravizar homens livres e pobres e reescravizar os escravos libertos.

Ginásio
História
Revoltas
Séries
A Balaiada
Em 1838, na província do Maranhão, teve início a Revolta da Balaiada. Sertanejos pobres, índios e escravos fugidos se uniram para lutar contra as injustiças sociais da época. O movimento se estendeu para as províncias do Piauí e do Ceará e durou até meados de 1841,quando o governo iniciou uma violenta repressão.
A Revolta do Vintém
O aumento de um vintém na passagem dos bondes provocou uma forte reação popular no Rio do Janeiro, em 1879. O movimento reuniu diferentes camadas sociais que usavam o meio de transporte. Após muitos protestos e violentos conflitos entre a população e as forças armadas, o governo cancelou o imposto que ocasionou o acréscimo da tarifa.
Os Quebra-Quilos
No final do século XIX, a população se revoltou contra o governo imperial, que decidiu padronizar o sistema métrico brasileiro, seguindo o padrão europeu. Os conflitos começaram na Paraíba e logo alcançaram as províncias de Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte. A repressão ao movimento foi violenta até que, em 1875, os presos foram soltos e anistiados.
A Revolta dos Malês
Em 1835, africanos escravizados e libertos que seguiam o islamismo (malês), revoltaram-se contra a escravidão e a imposição da religião católica. O movimento aconteceu em Salvador e recebeu o nome de Revolta dos Malês.
A Guerra do Contestado
Em 1912, a construção de uma ferrovia na região do Contestado, entre Santa Catarina e Paraná, levou à expulsão sumária, sem indenização, dos habitantes do local, conhecidos como sertanejos. Eles não aceitaram a determinação e lutaram durante quase três anos contra as tropas federais. Mas o conflito terminou com a prisão dos rebelados e a destruição do arraial.
A Revolução Pernambucana
Em 1817, a população pernambucana enfrentava uma série de dificuldades, como seca, fome, recessão e altos impostos, cobrados pela corte portuguesa instalada no Rio de Janeiro. Houve uma revolta, e seus líderes criaram um governo provisório e proclamaram a independência de Pernambuco.
A Revolta da Vacina
No Rio de Janeiro de 1904, sem saneamento básico, a população sofria com diversas epidemias. O governo estabeleceu uma vacinação obrigatória, sem uma prévia campanha de esclarecimento sobre a importância da vacina, e a população se revoltou.
A Guerra de Canudos
Em um povoado no sertão da Bahia, em 1893, a população seguia a figura emblemática de Antônio Conselheiro, que pregava a salvação para seus seguidores e desafiava a República.
A Revolta da Chibata
Ocorrida em 1910, manifestação de marinheiros, em grande parte negros, contra as péssimas condições de trabalho e os castigos físicos, que incluíam chibatadas. O grupo era liderado por João Cândido, conhecido como Almirante Negro.
Ficha Técnica

Indicação: escola e sociedade Formato: dramaturgia Consultoria: Jeanne Abi-Ramia, professora de História Roteiro: Adriana Passos Direção: Denise Moraes

O Mochileiro do Futuro
2018
Ginásio
História
Revoltas
Séries
O jovem mochileiro encontra um par de óculos capazes de transportá-lo ao passado. Nessa viagem virtual, presencia eventos importantes da História, narrados por uma voz que somente ele consegue ouvir.
Episódios
A Balaiada
Em 1838, na província do Maranhão, teve início a Revolta da Balaiada. Sertanejos pobres, índios e escravos fugidos se uniram para lutar contra as injustiças sociais da época. O movimento se estendeu para as províncias do Piauí e do Ceará e durou até meados de 1841,quando o governo iniciou uma violenta repressão.
A Revolta do Vintém
O aumento de um vintém na passagem dos bondes provocou uma forte reação popular no Rio do Janeiro, em 1879. O movimento reuniu diferentes camadas sociais que usavam o meio de transporte. Após muitos protestos e violentos conflitos entre a população e as forças armadas, o governo cancelou o imposto que ocasionou o acréscimo da tarifa.
Os Quebra-Quilos
No final do século XIX, a população se revoltou contra o governo imperial, que decidiu padronizar o sistema métrico brasileiro, seguindo o padrão europeu. Os conflitos começaram na Paraíba e logo alcançaram as províncias de Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte. A repressão ao movimento foi violenta até que, em 1875, os presos foram soltos e anistiados.
A Revolta dos Malês
Em 1835, africanos escravizados e libertos que seguiam o islamismo (malês), revoltaram-se contra a escravidão e a imposição da religião católica. O movimento aconteceu em Salvador e recebeu o nome de Revolta dos Malês.
A Guerra dos Marimbondos
Revolta popular iniciada na antiga província nordestina de Pernambuco, em 1851, quando o governo determinou a realização do regulamento do registro de nascimentos e óbitos, uma etapa para se proceder ao Censo Geral do Império. A população entendeu que a medida era um pretexto para, a partir do controle sobre essa documentação, escravizar homens livres e pobres e reescravizar os escravos libertos.
A Guerra do Contestado
Em 1912, a construção de uma ferrovia na região do Contestado, entre Santa Catarina e Paraná, levou à expulsão sumária, sem indenização, dos habitantes do local, conhecidos como sertanejos. Eles não aceitaram a determinação e lutaram durante quase três anos contra as tropas federais. Mas o conflito terminou com a prisão dos rebelados e a destruição do arraial.
A Revolução Pernambucana
Em 1817, a população pernambucana enfrentava uma série de dificuldades, como seca, fome, recessão e altos impostos, cobrados pela corte portuguesa instalada no Rio de Janeiro. Houve uma revolta, e seus líderes criaram um governo provisório e proclamaram a independência de Pernambuco.
A Revolta da Vacina
No Rio de Janeiro de 1904, sem saneamento básico, a população sofria com diversas epidemias. O governo estabeleceu uma vacinação obrigatória, sem uma prévia campanha de esclarecimento sobre a importância da vacina, e a população se revoltou.
A Guerra de Canudos
Em um povoado no sertão da Bahia, em 1893, a população seguia a figura emblemática de Antônio Conselheiro, que pregava a salvação para seus seguidores e desafiava a República.
A Revolta da Chibata
Ocorrida em 1910, manifestação de marinheiros, em grande parte negros, contra as péssimas condições de trabalho e os castigos físicos, que incluíam chibatadas. O grupo era liderado por João Cândido, conhecido como Almirante Negro.