16 Dezembro 2019
0
0
0
s2sdefault
 
humaniza bandaGM
Banda da Guarda Municipal no pátio do Cass. Foto Alberto Jacob Filho, 2019, MultiRio

Blém, blém, blém! Blém, blém, blém! Os Sinos de Belém, do compositor Edino Krieger, ecoaram na voz do Coral Atrás da Nota, anunciando que o período de Natal chegou no Centro Administrativo São Sebastião (Cass), onde fica a maior parte das repartições da Prefeitura do Rio. E como fim de ano é tempo de balanço e de comemoração, o coral da Comlurb soltou a voz em Heal the World, música gravada por Michael Jackson que clama por um mundo melhor, e a banda da Guarda Civil entoou o Hino do Flamengo para que os rubro-negros pudessem celebrar, mais uma vez, as conquistas de 2019.

Foi com essas e outras músicas que o projeto Humanizando as Relações, desenvolvido pela Gerência de Desenvolvimento e Treinamento Técnico-Administrativo (GDTA) da Secretaria Municipal de Educação (SME), realizou, em 10 de dezembro, a culminância de mais uma jornada anual. O projeto faz parte do programa de formação continuada dos servidores da SME – à exceção dos professores – e sua tarefa é levar um viés mais cultural e humanizado às relações de trabalho.

humaniza mensagens
Escrever mensagens de Natal: mais uma atividade do evento. Foto Alberto Jacob Filho, 2019, MultiRio

“A tarefa deste projeto é fazer com que os funcionários interajam e cooperem entre si, em busca de um objetivo comum. Para isso, humanizar as relações de trabalho é fundamental. O servidor precisa se autoconhecer e reconhecer as características do outro. Para que tudo corra bem, para que o conhecimento sobre as tarefas seja compartilhado entre todos, as pessoas precisam interagir e os setores têm que estar harmonizados”, diz Sandra Kormann, gerente da GTDA.

As apresentações musicais ocorreram durante o evento Cariocas Unidos contra a Corrupção, promovido pela Controladoria Geral do Município (CGM) em parceria com a SME, com o objetivo de fomentar a ética e a educação cidadã. Segundo Sandra Kormann, o convite de participação ocorreu porque o projeto Humanizando as Relações vai ao encontro dos conceitos que a CGM busca desenvolver junto aos servidores. “Corrupção não é apenas desvio de verba. Também está relacionada a várias formas de agir, como sonegar informação, ou não prestá-la corretamente, não realizar direito o trabalho para o qual foi contratado... Para mudar esse comportamento, é preciso que se reconheça a importância do servidor e que é ele o centro da organização”, explicou.

humaniza atrasdanota3
Coral Atrás da Nota. Foto Alberto Jacob Filho, 2019, MultiRio

Como a boa relação com o outro é fundamental para que o trabalho se desenvolva bem, a equipe do projeto Humanizando as Relações convocou alguns de seus parceiros para celebrar o fim de ano com os funcionários e os cidadãos que passassem pelo pátio do Cass. O Coral Atrás da Nota, formado por servidores de várias secretarias e ensaiado pelo maestro Mário Assef, cantou diversas músicas de folguedos natalinos, como o Pastoril e o Reizado. Já o Coral da Comlurb, encabeçado pelo maestro José Carlos de Paulo, e a Banda da Guarda Municipal, comandada pelo maestro Ricardo Severino, entoaram canções do repertório popular.

Mídias Relacionadas
Relacionados
Mais Recentes