27 Maio 2021
0
0
0
s2sdefault
 

 thumb ascom RioeducopediaO ambiente virtual de aprendizagem Rioeducopédia foi desenvolvido pela MultiRio e oferece aos estudantes conteúdos produzidos por professores da Rede Municipal

Os estudantes da Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro ganham mais um reforço ao aprendizado: a Rioeducopédia, que será lançada nesta sexta-feira (28) pelo secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha. A plataforma faz parte das ações de ensino remoto da Secretaria Municipal de Educação (SME) e foi desenvolvida com a MultiRio. O ambiente virtual de aprendizagem oferece conteúdos em diferentes formatos e linguagens, produzidos por professores da Rede, em uma experiência na qual o aluno, de forma autoinstrucional, amplia o conhecimento com percursos organizados por ano de escolaridade, componente curricular - como Matemática e Ciências -, e bimestre. A Rioeducopédia pode ser acessada na aba Outros do aplicativo Rioeduca em Casa.

Caminho para o aprendizado

O lançamento da Rioeducopédia acontece nesta sexta-feira (28), às 11h35, em uma live com o secretário Renan Ferreirinha para a comunidade escolar e transmitida pelo aplicativo Rioeduca em Casa (canal Todos Juntos), pelo YouTube da MultiRio e pela TV Escola. Durante a transmissão, estudantes e professores vão conhecer melhor a plataforma e seus objetivos, além de poder participar pelo chat do aplicativo. A plataforma é voltada para estudantes de todos os anos do Ensino Fundamental, incluindo Educação de Jovens e Adultos (EJA), e para os da Educação Infantil, preferencialmente a partir dos 5 anos.

Na Rioeducopédia, vídeo, atividades, quiz com perguntas e área com materiais complementares são as etapas de cada conjunto de conteúdos - o percurso formativo - apresentado. Assim, em um ambiente lúdico e atraente, o aluno assiste a uma aula apresentada por um professor (Videoaula) sobre temas como frações, sinais de pontuação ou clima; exercita o que aprendeu em atividades, relacionando ao Material Rioeduca (Desafio); e atesta o conhecimento no Quiz Educa, além de ter acesso a materiais complementares (Para Saber Mais).

Neste “caminho”, no qual, intuitivamente, o estudante vai avançando e progredindo, percurso a percurso, aula a aula, ele se torna também protagonista de seu aprendizado. Já o professor, com a Rioeducopédia, ganha uma nova aliada para complementar suas atividades pedagógicas e despertar o interesse de seus alunos. A Rioeducopédia reforça, a partir da forma como foi desenvolvida, a integração de ações da Secretaria: as videoaulas de Rioeduca na TV, o aplicativo Rioeduca em Casa e o Material Rioeduca.

“A Rioeducopédia é mais uma iniciativa para melhorar a aprendizagem dos nossos alunos. Estamos fazendo de tudo para oferecer as melhores opções de estudo para o ensino remoto. A realidade educacional hoje é híbrida, visto que o ensino remoto está complementando o ensino presencial. A Rioeducopédia vai levar ainda mais conhecimento aos nossos estudantes”, afirma o secretário municipal de Educação, Renan Ferreirinha.

O aluno tem acesso personalizado na Rioeducopédia aos percursos indicados para seu ano de escolaridade, separados por componente curricular - Matemática, Língua Portuguesa, Ciências etc. - e de acordo com o bimestre ou trimestre. Todo o conteúdo é alinhado ao currículo da Secretaria Municipal de Educação para o ano de 2021 e os percursos disponíveis na plataforma potencializam o projeto Rioeduca na TV - videoaulas apresentadas por professores e exibidas na TV e em meios digitais. A nova plataforma amplia a oferta da Secretaria de recursos para o atendimento ao ensino remoto na Rede e reforça o papel da parceria com a MultiRio.

“A plataforma Rioeducopédia é mais uma importante contribuição da MultiRio aos esforços da Secretaria para a melhoria do ensino público na nossa cidade. Ela é uma ferramenta para o aluno organizar e acompanhar seu percurso de aprendizado, ao mesmo tempo em que oferece ao professor facilidades para enriquecer as atividades pedagógicas no ensino remoto. A Rioeducopédia também cria instrumentos para o aprimoramento da gestão desse ensino”, ressalta o presidente da MultiRio, Paulo Miranda.   

Como acessar a Rioeducopédia

Estudantes e professores da Rede Pública Municipal do Rio de Janeiro podem acessar a Rioeducopédia pelo aplicativo Rioeduca em Casa, em um botão disponível na aba Outros. Para fazer login na plataforma, o estudante deve colocar a matrícula (somente os números em sequência) e o ano de nascimento (no formato DD/MM/AAAA). Já o professor deve clicar em Matrícula do Professor e fazer login com sua matrícula e início do CPF. O acesso inicial à Rioeducopédia pela aba Outros do app Rioeduca em Casa não requer um novo login - o usuário já estará autenticado pelo aplicativo, ambiente no qual a navegação é gratuita, sem consumo do pacote de dados.

Navegação na plataforma

Uma vez feito o login na Rioeducopédia, o aluno chega à área específica para seu ano de escolaridade. Os alunos da Educação Infantil, dos anos iniciais (1º ao 5º ano), do Carioca II e da EJA veem opções de conjuntos de videoaulas, que incluem componentes curriculares integrados. Já os dos anos finais (6º ao 9º ano), veem a tela com as opções dos componentes curriculares, como Matemática, Língua Portuguesa, Ciências, Geografia e História.

Ao escolher uma das opções, o aluno encontra os percursos formativos relacionados a ela. Na lista, ao clicar no vídeo, o estudante entra no percurso correspondente com Videoaula, Desafio, Quiz Educa e Para Saber Mais. Ao final, ele pode avaliar todo o conjunto. Ainda, ao clicar no avatar, o estudante chega ao seu perfil e pode ver uma lista dos percursos que ele completou. O professor, ao entrar na plataforma, tem acesso aos conteúdos de todos os anos de escolaridade.

Acompanhamento dos alunos em apoio ao pedagógico

Com o uso pelos estudantes da Rede Municipal, a Rioeducopédia também permitirá o acompanhamento pela Secretaria, em tempo real, do desenvolvimento dos alunos na plataforma, com dados importantes sobre o aprendizado nos percursos formativos. Assim, além de um recurso de aprendizagem, a Rioeducopédia prevê potencialidades baseadas em dados para o planejamento pedagógico e a gestão do ensino remoto nas escolas cariocas.