Busca no Portal
Busca Geral
Para melhores resultados, coloque entre aspas a expressão que deseja buscar. Exemplo: "Floresta da Tijuca"
Tema
Categoria
Série
Coletânea

Coletânea
coletanea banner

Detona Aedes!

A dengue, a zika e a chikungunya são doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti e, apesar de terem sintomas parecidos, possuem algumas características próprias. Enquanto a chikungunya causa dores mais prolongadas nas articulações, a dengue se caracteriza pela febre muito alta, e a zika, pelas manchas avermelhadas no corpo.
A eliminação do vetor, acabando com os criadouros do Aedes aegypti – que coloca seus ovos em recipientes com água parada – é a única forma eficaz de prevenção.
O esforço para impedir sua proliferação exige a mobilização de todos. Confira alguns produtos elaborados pela MultiRio que vão ajudar a disseminar essa ideia e baixe as sugestões de atividades (veja também as sugestões de uso dos novos produtos publicados em março) para utilizá-los!
CAMPANHAS (TV)
AQUI MOSQUITO NÃO SE CRIA é a mais recente campanha contra o Aedes, com vídeos (também em versões com Libras) que ensinam como localizar e eliminar os criadouros do mosquito. A série de peças em animação AEDES ESPORTE simula de forma bem-humorada um jogo de futebol entre o Time da Cidadania e o do Aedes aegypti, convocando os cariocas a vestirem a camisa e partirem para o ataque contra o mosquito. Já a série NÃO DEIXE O AEDES PEGAR VOCÊ DE SURPRESA, promove o combate à transmissão das doenças dengue, zika e chikungunya, com dicas para eliminação de criadouros e focos do mosquito. Na animação PRA DENGUE SAMBAR, a prevenção ao aparecimento de focos do mosquito transmissor é cantada em ritmo de samba, com a participação de funcionários da Comlurb. Por fim, as peças da série COMBATE AO AEDES, apresentadas por Marcus Vinícius Ferreira, coordenador de Vigilância Ambiental em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, além de destacarem a prevenção, também apontam os sintomas das doenças causadas pelo mosquito.
JOGOS EDUCATIVOS
O jogo Detona Aedes, voltado prioritariamente para crianças e adolescentes em idade escolar, orienta sobre medidas de prevenção à proliferação do Aedes aegypti. Com jogabilidade em estilo point’n’click (apontar e clicar), apresenta quatro fases, nas quais o jogador deve acabar com os focos da doença e eliminar os mosquitos.
Em Foca nos Focos, você deve identificar os criadouros do Aedes e impedir que os ovos se transformem em mosquitos.
Já o Jogo da Dengue oferece dicas sobre limpeza e eliminação de focos do mosquito em casa, na escola ou no local de trabalho. Tabuleiro, peões coloridos, prismas e cartas aguçam a curiosidade. Basta imprimir, montar e jogar!
Novas versões do Jogo da Memória, do Caça-Palavras (também em inglês), do Quebra-Cabeça e do Jogo dos Erros, com os personagens da campanha Aqui Mosquito Não Se Cria, mostram locais e objetos que podem se tornar criadouros do Aedes, ajudando o jogador a não esquecer de verificá-los com frequência. Esses jogos também estão disponíveis em versões para impressão (1, 2, 3, 4)
O aplicativo Aqui Mosquito Não Se Cria oferece uma lista de tarefas (checklist) personalizável para eliminar os possíveis focos do Aedes nas residências, além da possibilidade de criação de um alerta para as ações semanais. Também reúne informações sobre as três doenças e os endereços de locais para atendimento nas unidades de saúde da Rede Municipal. 
PROGRAMAS DE TV
Apresentação do Secretário de Saúde aos diretores das escolas municipais, traz orientações sobre a campanha Aqui Mosquito Não Se Cria e fala da importância da mobilização da Rede Municipal de Ensino.
O episódio Enfrentando o Aedes (também disponível em versão com Libras), da série Aquela Conversa, fala sobre a importância da mobilização popular no combate ao mosquito e o papel de outros atores sociais, como poder público e comunidade científica.
O episódio Arboviroses, da série Como Vivemos, mostra como cientistas e governos de todo o mundo estão se mobilizando para combater a dengue, a zika e a chikungunya.
O especial MultiRio com as Escolas no Combate ao Aedes, apresentado pela jornalista Leila Richers, traz entrevistas com especialistas das áreas de Educação e Saúde e vídeos com atividades desenvolvidas por escolas municipais. O segundo programa especial traznovas entrevistas e mostra as atividades desenvolvidas pelas escolas da Rede Municipal.
QUADRINHOS
De forma descontraída, as tirinhas Fora, Aedes! e Xô, Aedes! abordam o assunto e dão dicas de combate ao vetor. 
WEB RÁDIO
A apresentadora Lúcia Leme entrevista a pesquisadora da Fundação Instituto Oswaldo Cruz/Fiocruz, Denise Vale, no programa Dengue, da série Atitude Consciente. Já o episódio Dengue, da série Momento Cidadão traz dicas para prevenção das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Por fim, da série Galera Yottabyte, que aborda temas ligados ao conteúdo curricular do 2º segmento da Educação Fundamental, apresentamos o programa Francine dengosa, que explica os sintomas da dengue, como se prevenir e os danos da automedicação. O Quiz Aqui Mosquito Não Se Cria traz perguntas e respostas sobre ações preventivas e de mobilização para o combate aos criadouros do Aedes, na escola, nas residências e na comunidade. 
REPORTAGENS
História do Aedes aegypti no Brasil relata o embate entre brasileiros e o inseto, que começou no século XVII. Essa história também está disponível no formato linha do tempo, no MultiClube. Em Cresce número de aplicativos de combate ao Aedes aegypti, é possível encontrar indicações de vários apps sobre o tema. A matéria Seis criadouros mais comuns do mosquito Aedes lista os locais nos quais a Secretaria Municipal de Saúde encontrou focos com maior frequência. A participação dos cidadãos e da comunidade escolar no combate ao Aedes são destaques nas reportagens Mobilização nas escolas da Rede contra o Aedes e Semana de Mobilização da Família e da Comunidade Escolar pelo Combate ao Aedes. Por fim, o texto O combate ao Aedes sob a ótica dos determinantes sociais da saúde
 oferece uma perspectiva diferente para ampliar a eficácia das ações contra o mosquito.
MATERIAL IMPRESSO
Cartas à comunidade escolar com informações de prevenção e dos sintomas das arboviroses estão disponíveis em versões para Educação Infantil; Ensino Fundamental e Peja; e em formato para apresentação. Também é possível baixar o cartaz com o checklist de ações que devem ser feitas para impedir o surgimento de criadouros.
X
Detona Aedes!
Resultados
Página 1 de 4   1 2 3 4
Séries